Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
23/08/2012

Ágata 5 termina com 31 pessoas presas e 6 toneladas de drogas apreendidas

Foto: Divulgação
Ágata 5 termina com 31 pessoas presas e 6 toneladas de drogas apreendidas

A Operação Ágata 5, encerrada esta semana pelo Ministério da Defesa (MD), resultou na prisão de 31 pessoas e apreensão de 6 toneladas de entorpecentes. Em 15 dias, o aparato militar recolheu 182 carros e embarcações numa área de 3,9 mil quilômetros de fronteira com Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai.

Na operação, 17 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, além de civis, foram mobilizados nos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Na primeira semana, o serviço de inteligência localizou materiais explosivos em Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Apenas na fazenda Santa Mariana, em Itiquira (MT), foram apreendidos 7.725 quilos de nitrato de amônia e 3.855 quilos de emulsão de dinamite. A carga estava no interior de um caminhão e a destinação do material ainda será investigada pelo Exército.

Fronteiras - O Brasil tem uma fronteira de 16,8 mil quilômetros com dez países da América do Sul, que vai do Chuí (RS) ao Oiapoque (AP). A Ágata 5 foi iniciada em 6 de agosto com o deslocamento das tropas para a região de fronteira. De acordo com o balanço do MD, foram feitas ações de fiscalização de aeródromos e patrulhamento em rios ou barreiras nas rodovias e estradas vicinais. No período, ainda de acordo com os resultados divulgados, ocorreram 191.868 apreensões, vistorias e revistas; 148 inspeções em aeródromos, combustível de aviação, aeronaves e pilotos.

Durante a operação foram feitas 879 inspeções em acampamentos ribeirinhos que resultaram em 48 notificações. Além disso, ocorreram 205 fiscalizações de produtos controlados. Foram montados 2.274 postos de bloqueio e controle de estradas e fluviais. O Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra) realizou 19 interceptações aéreas.

Plano - Parte do Plano Estratégico de Fronteira (PEF), instituído em junho de 2011, a quinta edição da Ágata contou também com a participação de oito ministérios e cerca de 30 agências reguladoras ou organismos públicos federais, estaduais e municipais. Até o fim do ano, o Ministério da Defesa deverá deflagrar a Ágata 6. A região de fronteira ainda será definida pelo setor de inteligência.

População da área de fronteira recebe tratamento médico e odontológico

As Forças Armadas também realizaram ações cívico-sociais com o objetivo de atender a população carente que reside na área de fronteira. De acordo com o balanço, em duas semanas ocorreram 122 ações com 7.617 atendimentos médico-odontológicos e 15.638 ações diversas, como entrega de medicamentos ou roupas. Em duas semanas foram distribuídos cerca de 3 mil kits com remédios e materiais médicos. Os produtos foram entregues em 30 municípios e localidades dos quatro estados.

Enviar comentário:



acompanhe o senador