Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
07/08/2012

Brasil garante vaga na final do futebol e do vôlei de praia masculino

Foto: Divulgação
Brasil garante vaga na final do futebol e do vôlei de praia masculino

Brasília - No décimo primeiro dia de jogos, o Brasil avançou na competição em algumas modalidades nas Olimpídas, mas se mantém com oito medalhas: duas de ouro, uma de prata e cinco de bronze. O país ocupa a 23ª posição nos Jogos Olímpicos.

Em disputa apertada, o vôlei feminino venceu as russas por 3 sets a 2 e se classificou para as semifinais. O próximo jogo, que vale vaga na final, será contra o Japão, na quinta-feira (9).

O vôlei de praia masculino garantiu vaga na final. A dupla Alison e Emanuel venceu Plavins e Smedins, da Letônia, por 2 sets a 0. Com a vitória, os brasileiros já garantiram, pelo menos, a medalha de prata. O adversário sai do confronto entre os alemães Brink e Reckermann e os holandeses Nummerdor e Schuill.

A seleção masculina de futebol venceu o jogo contra a Coreia do Sul por 3 a 0 e se garantiu, após 24 anos sem participar de uma final olímpica, na disputa pelo ouro. O Brasil jogará contra o México no sábado (11).

No handebol feminino, o time brasileiro não conseguiu avançar na competição e foi eliminado dos jogos. Elas disputavam um lugar nas quartas de final contra a Noruega, porém, perderam por 21 a 19.

Pela segunda vez representando o país nas Olimpíadas, Reinaldo Colucci, que competia no triatlo, terminou a prova em 36º lugar. Colucci chegou três minutos depois do campeão da disputa, o britânico Alistair Brownlee. O atleta estreante que competia pelo Brasil, Diogo Sclebin ficou na 44ª posição.

No salto ornamental, o brasileiro Cesar Castro terminou a prova do trampolim de três metros com 388,40 e no penúltimo lugar, em 17º. Com 18 atletas competindo por uma vaga na final, apenas os 12 primeiros colocados conseguiram se classificar. O primeiro lugar ficou com o chinês He Choong, com 510,15 pontos, o segundo com o russo Ilya Zakharov, com 505.60, e o terceiro com o chinês Kai Qin, com 500,35.

Os brasileiros Erlon Silva e Ronilson Oliveira, não conseguiram se classificar para a final da prova C2 (canoa para duas pessoas) de 1.000 metros. Eles ficaram em quarto lugar na segunda bateria das semifinais, mas apenas os três primeiros avançaram para a disputa de medalhas. A dupla ainda vai disputar a final B na quinta-feira (9).

O velejador brasileiro Ricardo Winicki, o Bimba, completou a medal race da classe RS:X na quinta colocação e terminou a prova em nono lugar na tabela geral, com 113 pontos perdidos. A medalha de ouro ficou com o holandês Dorian van Rijsselberg, que somou 15 pontos perdidos.

No quarto dia de competição da classe 470 feminina, as velejadoras Fernanda Oliveira e Ana Barbachan fecharam com a décima colocação nas duas regatas disputadas e, com 53 pontos perdidos, mantiveram a quinta posição na classificação geral. Elas estão com uma diferença de 32 pontos das líderes neozelandesas Jo Aleh e Olivia Powrie. Se permanecerem no quinto lugar, as brasileiras avançam à medal race, que tem pontuação dobrada e poderão competir por medalhas. As duas últimas regatas antes da decisão ocorrem amanhã (8).

Fernando Reis, representante do Brasil no levantamento de peso, categoria acima de 105 quilos (kg), se despediu das Olimpíadas sem medalhas. Ele levantou 400 kg (180 kg no arranque e 220 kg no arremesso) e terminou em quarto no grupo B.

Em sua estreia no salto triplo, Jonathan Henrique Silva foi eliminado das Jogos Olímpicos. Com 15,59 metros, ele ficou em último lugar dentre os 26 atletas que participaram da prova. A campeã olímpica de 2008, Maurren Maggi, também foi desclassificada na qualificatória da prova de salto em distância. Com 6,37 m em seu melhor salto, ela ficou em 15º lugar e está fora da final.

Ainda no atletismo, nos 800 metros rasos, o brasileiro Fabiano Peçanha que se classificou para as semifinais na segunda colocação, não avançou para a final. O atleta terminou no último lugar em sua bateria e ficou em 19º lugar no ranking geral. Apenas os oito melhores colocados avançaram à disputa por medalhas, que será na quinta-feira (9).

A representante feminina nos 200 metros rasos, Evelyn dos Santos, disputou por uma vaga na final e não conseguiu se classificar. A brasileira terminou em sétimo lugar da segunda bateria e na 15ª posição geral. Com 22 segundos e 82 centésimos, ela fez seu melhor tempo.

Enviar comentário:



acompanhe o senador