Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
10/07/2012

Governo vai investir R$ 5 bilhões até 2015 para levar estudantes brasileiros ao exterior

Foto: Divulgação
Governo vai investir R$ 5 bilhões até 2015 para levar estudantes brasileiros ao exterior

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (10), na coluna Conversa com a Presidenta, que com o programa Ciência sem Fronteiras o governo vai investir R$ 5 bilhões até 2015 para levar 101 mil estudantes brasileiros ao exterior. Ao responder pergunta do bancário Jairo Pereira, morador de Goiânia (GO), Dilma explicou que já foram aprovadas 19,7 mil bolsas de estudos e está prevista a abertura de novas inscrições para graduação e pós-graduação ainda no mês de julho.

“Já temos parcerias firmadas com vários países, que oferecem vagas em suas escolas, e com empresas, que oferecem estágios a bolsistas. Há, também, instituições que auxiliarão no ensino de línguas. Com o Ciência sem Fronteiras estamos investindo na formação e na qualificação de jovens para o nosso país avançar cada vez mais”, disse.

Na coluna, a presidenta falou também sobre o investimento do governo federal para a recuperação e manutenção de estradas vicinais. O funcionário público de Itamari (BA) Henrique Araújo Neri perguntou por que não são destinados recursos diretamente às instituições para a recuperação dessas estradas.

“Embora a construção, a manutenção e a recuperação de estradas vicinais sejam atribuições dos municípios, o governo federal tem procurado apoiá-los, pela importância que essas estradas têm para o escoamento da produção e deslocamento de pessoas no interior de nosso país”, respondeu a presidenta.

 

Dilma afirmou que foram incluídos na segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) R$ 1,8 bilhão para adquirir retroescavadeiras e motoniveladoras, que serão repassadas aos municípios para manutenção dessas estradas.

“Além das estradas vicinais, estamos investindo em toda nossa malha rodoviária. Neste momento, há obras de construção, pavimentação, duplicação e adequação em 7.227 km, e de conservação e restauração em 53.465 km, em todo o Brasil”, disse.

A presidenta também falou sobre a educação e inclusão dos presidiários no mundo do trabalho. Em resposta ao empresário de Vitória (ES) Laudemir Loureiro, a presidenta disse que dos 514 mil presos atuais, 109,4 mil já trabalham. Para enfrentar o desafio da educação dos presos, já que grande parte deles é analfabeta, o governo lançou o Projeto de Capacitação Profissional e Implantação de Oficinas Permanentes (Procap), com abrangência nacional.

“Haverá oficinas permanentes em penitenciárias, inicialmente com cursos em três áreas: construção civil; panificação e confeitaria; e corte e costura industrial. Cada período de três dias de trabalho, ou 12 horas de estudo, reduz um dia de pena. São medidas que ajudam a ressocializar os presos, para o benefício deles, de suas famílias, e de toda a sociedade”.

Enviar comentário:



acompanhe o senador