Acompanhe nas

redes sociais.

Pronunciamentos Materias Relatadas Projetos Currículo
TV Radio Jornais

NOTÍCIAS

27/08/2012 11:33

Romero Juc elogia resultados do Brasil Carinhoso

Tiago Orihuela

Brasília - A ação Brasil Carinhoso retirou mais de 2 milhões de famílias da situação de extrema pobreza nos dois primeiros meses após o lançamento, em maio deste ano. Com isso, foi alcançada metade da meta do Plano Brasil Sem Miséria. Isso foi possível graças ao pagamento da complementação do Bolsa Família, garantida às beneficiárias com filhos até seis anos e que continuavam com renda per capita inferior a R$ 70 mensais. Em julho, o benefício complementar do Brasil Carinhoso representou investimento de R$ 169,8 milhões. As informações são do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). 

Além da complementação do Bolsa Família, a ação contempla a educação, com o aumento da oferta de vagas em creches públicas ou conveniadas, e a saúde, oferecendo suplementação de vitamina A, ferro e medicação gratuita contra asma. 

O senador Romero Jucá (PMDB/RR), relator geral do orçamento de 2013, elogiou nesta segunda (27), o resultado do trabalho. “ O cálculo do Brasil Carinhoso garante que todos integrantes da família em extrema pobreza, tenham renda acima de R$ 70 reais. Esta transferência de renda atinge diretamente crianças na primeira infância, que é uma fase muito fundamental no desenvolvimento físico, psíquico e emocional”, disse ele. Além disto, acrescenta Romero Jucá, “ Uma criança com fome não tem energia e muito menos estímulos para crescer com saúde”.


Números regionais - O Nordeste foi a região com maior número absoluto de beneficiados pela ação, com a retirada de 52% dos nordestinos que estavam nessa situação em junho de 2011, quando o Plano Brasil Sem Miséria foi lançado.

No norte do País, 276,7 mil famílias saíram da extrema pobreza até julho deste ano, por meio do Brasil Carinhoso. 

Além da concentração no Nordeste em termos quantitativos, proporcionalmente, há forte concentração também na região Norte. “Nas duas regiões, a pobreza tem caído mais do que em todas as outras, mas ainda existe essa concentração”, assinala o secretário nacional de Renda de Cidadania do MDS, Luís Henrique Paiva.

Proporcionalmente, no entanto, a região Sul foi a que mais diminuiu os índices de extrema pobreza: 59,9% de quem tinha renda inferior a R$ 70 mensais, nos três estados do Sul, foram alcançados pela ação Brasil Carinhoso. 

No Sudeste, 105,6 mil famílias com crianças até seis anos receberam a complementação (R$ 8,9 milhões). Na região Centro-Oeste, em julho, 73,7 mil famílias receberam a complementação.

.

Fátima Rocha  com informações do MDS

Gabinete do Senador em Brasília
Ala Senador Afonso Arinos - Gabinete 12 | Tel.: +55 61 3311-2118 | Fax: +55 61 3311-1653